GILBERTO BARROS

Tem muita gente que só conheceu o Leão quando o programa “Leão Livre” foi ao ar na Rede Record. O que na realidade poucos sabem é que o Gilberto também tem uma longa escola na televisão brasileira. Gilberto Barros iniciou sua carreira como Jornalista na Rede Globo de Bauru e foi apresentador de vários programas regionais na área de telejornalismo, durante dez anos.

Antes mesmo de comandar o programa “Leão Livre” que o projetou nacionalmente, Gilberto apresentou outros dois desafios diários na Tv Record: o programa “Disque Record” - programa jornalístico que entrava no ar próximo do horário do almoço onde Gilberto lidava com os problemas diários da população de São Paulo e região e o “Cidade Alerta”, na mesma linha de telejornalismo com início no final da tarde. 

Em 1999, Gilberto Barros substituiu o apresentador Ratinho no polêmico programa “Leão Livre”, que causou repercussão na mídia por mostrar quadros fortes, a realidade nua e crua do sofrido povo brasileiro. Este programa aproximou Gilberto Barros mais ainda do povo.

Apesar de forte, o programa foi o desafio e a prova da capacidade de Gilberto de segurar por mais de duas horas um programa diário, fixando definitivamente a imagem de Gilberto Barros como um dos grandes apresentadores da televisão brasileira.

O programa “Quarta Total”  trouxe grandes novidades para os telespectadores por ser o primeiro com gincanas. O perfil do show atingiu telespectadores de todas as idades e principalmente os jovens e as crianças (os sukatinhas, como se refere carinhosamente às crianças). Daí por diante, esta modalidade de programa virou mania entre as emissoras, e as gincanas voltaram com tudo. 

Gilberto marcou as noites de quartas-feiras da Rede Record e se tornou uma boa opção para os não amantes do futebol.Com o sucesso do programa as quartas, a direção da Rede Record achou que o formato merecia uma nova versão nas tardes de domingo. Foi apenas um pequeno passo para Gilberto Barros estar à frente do “Domingo Show”, também um programa de gincanas.

Em julho de 2002, encerrou-se o contrato com a Rede Record. Logo após, Gilberto Barros foi convidado para fazer parte da rede Bandeirantes de Televisão, onde apresentou o grande sucesso das tardes de sábado, o “Sabadaço”. Devido a grande repercussão, em maio de 2003 o apresentador ganhou outro programa, o “Boa Noite Brasil”, que ia ao ar de segunda à sexta-feira. Em 2007 também na Band, apresentou o game “A Grande Chance”.

Durante esse tempo, ainda lançou 5 CDs – entre eles um voltado para crianças – e o livro “Você já abraçou seu filho hoje?”, um compilado de histórias que ouviu durante seus anos na rádio. 

Ficou fora do país por quase 3 anos. Em junho de 2012 estreou na RedeTV! o “Sábado Total”, um programa ao vivo que recebia os convidados para uma grande feijoada com muita música e matérias externas feitas pelo próprio apresentador. Em um estúdio de mil metros quadrados e 300 pessoas no auditório, o programa teve grande repercussão, sendo gravado no maior estúdio da América Latina e tendo seu término em abril de 2015.

Siga o Leão